Close

Não tem uma conta?

Faça seu registro!
lock and key

Entre na sua conta.

Login

Esqueceu sua senha?

Segunda Etapa do Concurso Faça Você Mesmo de Criação de Jogos 2013 – Grupo 2!

Segunda Etapa do Concurso Faça Você Mesmo de Criação de Jogos 2013 – Grupo 2!

Mais uma segunda-feira de ralação, mais uma semana de avaliações da segunda fase do Concurso Faça Você Mesmo de Criação de Jogos 2013!

Essa é a segunda de três baterias de avaliações que compõem a Segunda Etapa do FVM2013. Na próxima segunda terminamos esta fase com a análise dos jogos restantes, e conheceremos os 4 finalistas que não para a grande final no dia 28 de Abril no Laboratório de Jogos! Na próxima segunda também traremos novidades sobre como a final vai acontecer e podem esperar algumas participações especiais!

Agora vamos atacar os jogos do Grupo 2 – ALTERAÁureosELESEu, DragãoRace RosterSombras e Marionetes Tabula Rasa, tarefa na qual contamos com a participação especial de oito juízes convidados para contribuírem com suas opiniões, sugestões e críticas sobre os jogos participantes.

Assim como na semana passada, cada um destes jogos recebeu avaliações independentes – uma do juiz convidado e outra dos três integrantes da Secular disponíveis (desta vez o Garrell conseguiu fazer uma participação especial na avaliação do Áureos, ocupando o lugar do Rocha), ambas de acordo com os seguintes critérios divulgados desde o inicio da brincadeira:

  1. Quão completo é o jogo: o jogo enviado funciona sozinho, com todos os elementos para uma sessão de jogo?
  2. Uso dos temas: o jogo faz um uso concreto e substancial de três dos seis temas apresentados nas regras do concurso? Se o autor optou por usar uma das metas alternativas de design, ele conseguiu executá-la satisfatoriamente?
  3. Afinidade entre Regras e Conceito: o designer foi bem sucedido em sua proposta inicial? As regras representam de maneira apropriada o conceito do jogo? É possível jogá-lo de maneira funcional?
A média das notas do juiz e dos Seculares será a nota final do jogo na segunda etapa do Concurso Faça Você Mesmo de Criação de Jogos 2013, e os quatro jogos com melhores notas avançam pra final no final do mês durante o Laboratório de Jogos! Então vamos para as avaliações!

É entusiasmante pensar como a inclusão de infinitas ambientações pode afetar a nossa experiência à mesa de jogo de uma maneira continuada e com grande consenso geral do grupo e da própria narrativa.  Mas descobrir que o autor de “Altera”, o decidiu cruzar com o tema de “Raízes” levou-me a especular se desta feita todo o aspeto onírico e transcendente deste tipo de viagem surreal , e que tantas vezes noutros universos fictícios acaba por prejudicar a orientação dos seus viajantes (e jogadores!), poderia estar bem preso a uma fundação sólida promovida pelo próprio historial e personalidade dos seus protagonistas. Essa suspeita confirmou-se em parte e é nesse sentido que segue a minha avaliação.

Leia aqui as avaliações completas escritas sobre o ALTERA.

Juiz Convidado: João Mariano
  • Quão completo é o jogo: 3.5
  • Uso dos temas: 4.5
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 5.0
Eduardo Caetano
  • Quão completo é o jogo: 6.5
  • Uso dos temas: 7.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 7.5
Rafael Rocha
  • Quão completo é o jogo: 5.0
  • Uso dos temas: 8.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 8.0
Tiago Marinho
  • Quão completo é o jogo: 5.0
  • Uso dos temas: 8.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 8.0
Média Geral
  • Quão completo é o jogo: 5.00
  • Uso dos temas: 6.87
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 7.12

Nota Final: 6.33

Quando falamos em fantasia, pensamos na Europa medieval, nunca em bandeirantes ou cangaceiros. Curiosamente, o mais bem sucedido cenário de RPG (e de fantasia) tupiniquim tem como influência maior a estética dos mangás, misturados aos elementos clássicos da fantasia medieval europeia e nada que possa ser caracterizado como tipicamente “nacional”. As razões para isso são muitas, e profundas da cultura brasileira, de valorizar mais o produto de fora, mas não cabe aqui essa discussão. (…) Tira-se de tudo isso que Áureos é importante não apenas por ser um jogo excelente, muitíssimo bem executado, mas também por lidar justamente com um tema histórico de grande importância no Brasil: a escravidão.

Leia aqui as avaliações completas escritas sobre o Áureos.

Juiz Convidado: Igor Toscano
  • Quão completo é o jogo: 9.0
  • Uso dos temas: 9.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 10.0
Eduardo Caetano
  • Quão completo é o jogo: 8.5
  • Uso dos temas: 8.5
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 9.0
Richard Garrell
  • Quão completo é o jogo: 8.0
  • Uso dos temas: 10.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 8.0
Tiago Marinho
  • Quão completo é o jogo: 8.0
  • Uso dos temas: 8.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 10.0
Média Geral
  • Quão completo é o jogo: 8.37
  • Uso dos temas: 8.87
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 9.25

Nota Final: 8.83

Certamente um evento como o FVM consegue reunir diversos amantes do RPG com uma forte tendência para discussões sobre a rebimboca da parafuseta filosófica do game desing. O que é incrível. Confesso que essa também é uma de minhas fraquezas. Felizmente, pessoas como Tarcisio Lucas aparecem vez ou outra para nos lembrar de que, por mais incrível que possa ser, o RPG é apenas um jogo. E ás vezes tudo que um jogo precisa ser é divertido.

Leia aqui as avaliações completas escritas sobre o ELES.

Juiz Convidado: Marcos Silva
  • Quão completo é o jogo: 9.0
  • Uso dos temas: 8.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 7.5
Eduardo Caetano
  • Quão completo é o jogo: 8.0
  • Uso dos temas: 7.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 7.5
Rafael Rocha
  • Quão completo é o jogo: 7.0
  • Uso dos temas: 6.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 5.0
Tiago Marinho
  • Quão completo é o jogo: 7.0
  • Uso dos temas: 6.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 6.0
Média Geral
  • Quão completo é o jogo: 7.75
  • Uso dos temas: 6.75
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 6.00

Nota Final: 6.75

O jogo está muito bem feito e completo. A proposta inicial do jogo, de interpretar um dragão, está bem realizada e direta. A simplicidade da proposta e sua execução estão em sintonia. É um jogo que merece ser desenvolvido posteriormente, para introduzir mais mecânicas de narrativa compartilhada, apesar de já ser possível jogá-lo do jeito que está.

Leia aqui as avaliações completas escritas sobre o Eu, Dragão.

Juiz Convidado: Newton “Tio Nitro” Rocha 
  • Quão completo é o jogo: 9.0
  • Uso dos temas: 8.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 7.5
Eduardo Caetano
  • Quão completo é o jogo: 8.0
  • Uso dos temas: 6.5
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 8.0
Rafael Rocha
  • Quão completo é o jogo: 9.0
  • Uso dos temas: 5.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 7.5
Tiago Marinho
  • Quão completo é o jogo: 9.0
  • Uso dos temas: 5.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 7.0
Média Geral
  • Quão completo é o jogo: 8.5
  • Uso dos temas: 6.12
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 7.6

Nota Final: 7.41

“De cara vi que o jogo tinha muito potencial em uma mistura criativa dos temas Conquista, Erotismo e Subversão” – Felipe Shingo

Leia aqui as avaliações completas escritas sobre o Race Roster.

Juiz Convidado: Felipe Shingo
  • Quão completo é o jogo: 4.5
  • Uso dos temas: 7.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 5.0
Eduardo Caetano
  • Quão completo é o jogo: 6.0
  • Uso dos temas: 4.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 6.5
Rafael Rocha
  • Quão completo é o jogo: 5.0
  • Uso dos temas: 6.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 6.0
Tiago Marinho
  • Quão completo é o jogo: 6.0
  • Uso dos temas: 5.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 7.0
Média Geral
  • Quão completo é o jogo: 5.37
  • Uso dos temas: 5.5
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 6.12

Nota Final: 5.66

“Sombras e Marionetes” conta sobre um mundo medievalista onde há um conflito militar entre dois impérios, no meio dessa guerra estão as aldeias que sofrem bastante com a situação. Os jogadores interpretam personagens revolucionários que montaram grupos paramilitares independentes que viajam de aldeia em aldeia para pregar os ideais de revolução e captar mais integrantes para a causa. Os elementos “Política”, “Revolução”, “Ideologia” e “Pregação” são pulsantes no cenário, sugerindo um jogo extremamente político.

Leia aqui as avaliações completas escritas sobre o Sombras e Marionetes.

Juiz Convidado: John Bógea
  • Quão completo é o jogo: 8.0
  • Uso dos temas: 7.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 7.0
Eduardo Caetano
  • Quão completo é o jogo: 6.5
  • Uso dos temas: 6.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 7.0
Rafael Rocha
  • Quão completo é o jogo: 6.0
  • Uso dos temas: 7.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 6.0
Tiago Marinho
  • Quão completo é o jogo: 6.5
  • Uso dos temas: 6.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 7.0
Média Geral
  • Quão completo é o jogo: 6.75
  • Uso dos temas: 6.5
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 6.75

Nota Final: 6.66

Tabula Rasa é um jogo excepcional. Tirando várias ideias de seriados de ficção científica e mistério como LostTerra Nova e similares, ele coloca os jogadores no papel de clones “descendentes” de dois seres humanos enviados para uma outra dimensão, chamados Adão e Eva. Nessa dimensão, presume-se existir uma chave essencial para a sobrevivência humana. O que é essa chave, quem enviou os clones, serão eles os primeiros ou os centésimos clones a tentarem resolver o problema, o que aconteceu com os outros, caso não sejam os primeiros, dentre outras tantas perguntas e mistérios deverão ser respondidos durante o jogo.

Leia aqui as avaliações completas escritas sobre o Tabula Rasa.

Juiz Convidado: Guilherme Moraes
  • Quão completo é o jogo: 6.5
  • Uso dos temas: 8.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 7.5
Eduardo Caetano
  • Quão completo é o jogo: 8.5
  • Uso dos temas: 8.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 7.5
Rafael Rocha
  • Quão completo é o jogo: 9.0
  • Uso dos temas: 8.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 9.0
Tiago Marinho
  • Quão completo é o jogo: 10.0
  • Uso dos temas: 7.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 8.5
Média Geral
  • Quão completo é o jogo: 8.5
  • Uso dos temas: 7.75
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 8.37

Nota Final: 8.20

E assim fechamos o Grupo 2! Mais uma vez  gostaríamos de agradecer aos juízes convidados, e a todos os participantes que deram sangue, suor e neurônios para que o Concurso Faça Você Mesmo de Criação de Jogos 2013 não só acontecesse, mas tivesse um número recorde de participantes! Esperamos de verdade que as avaliações sejam úteis para que continuem o processo de criação e desenvolvimento, seja destes jogos como de muito outros que ainda estão por vir!

Por enquanto permanecem na disputa da final o ÁureosMassa Crítica, Quase Pessoas e  Tabula Rasa! Vamos ver se as coisas continuam assim na próxima segunda, dia 22/04 quando faremos a avaliação do Grupo 3, composto pelos seguintes jogos: Arbítrio?CosmonáufragosDistopia ZeroEQUILIBRIUM – As Crônicas NexusEvaO Mestre dos Vigaristas, Sombras do Brasil e sussurrus!

 

4 comentários

  • RenatoN42 disse:

    VAI LÁ ÁUREOS!

    E parabéns a todos os outros que chegaram até aqui e além ^^

  • Julio Matos disse:

    Estou aqui sorrindo e batendo Palmas pra Galera da Secular! Coisa linda que é esse FVM!!! :)

  • Sergio Maxjr disse:

    Nossa, só pela maneira como os juízes expressam suas sugestões e críticas, quase consigo antecipar as “pedradas” que nos esperam semana que vem! =P

    Que experiência mais construtiva!

  • Esse FVM está simplesmente fantástico! A cada avaliação, há uma aprendizado cada vez maior para mim. Parabéns aos vencedores deste grupo, pois ambos os jogos foram muito bem escritos – e vamos ao dia 22, para ver até onde vão as Sombras do Brasil! 😀