Close

Não tem uma conta?

Faça seu registro!
lock and key

Entre na sua conta.

Login

Esqueceu sua senha?

Bateria final de Avaliações do Concurso Faça Você Mesmo de Criação de Jogos 2012!

Bateria final de Avaliações do Concurso Faça Você Mesmo de Criação de Jogos 2012!

Saudações carnavalescas! Depois de doze bravos concorrentes abandonarem o concurso na Primeira Etapa, e de nossa primeira saraivada nos finalistas da Segunda Etapa, é chegada a hora de fechar a brincadeira!

Foram 59 dias de Concurso Faça Você Mesmo de Criação de Jogos 2012, vários deles recheados de suor, destruição de teclas e criatividade, outros repletos de reflexão, ansiedade e debates camaradas sobre o resultado de nossos esforços. Em 2012 os participantes tiveram que escolher quatro temas dentre uma lista de oito para incorporarem em seus jogos, e mesmo com esta limitação extra 27 criações foram concluídas e enviadas, o que não é nada mal mesmo! Pessoalmente curtimos muito a forma como vários participantes utilizaram os temas, e estes devem retornar em próximas edições da nossa brincadeira. Também contamos com 7 juízes convidados, figuras que sacam muito de RPG, criação de uma comunidade, game design e publicação para nos darem uma força, e achamos que foi uma boa forma de dar um feedback mais variado, rico, e porque não, divergente, como aconteceu em alguns dos jogos.

Relembrando, cada um dos jogos recebeu duas avaliações independentes – uma do juiz convidado e outra dos integrantes da Secular, ambas de acordo com os seguintes critérios divulgados desde o inicio da brincadeira:

  1. Quão completo é o jogo: o jogo enviado funciona sozinho, com todos os elementos para uma sessão de jogo?
  2. Uso dos temas: o jogo faz um uso criativo e substancial de 04 (quatro) dos 08 (oito) temas apresentados nas regras do concurso?
  3. Afinidade entre Regras e Conceito: o designer foi bem sucedido em sua proposta inicial? As regras representam de maneira apropriada o conceito do jogo? É possível jogá-lo de maneira funcional?
A média das notas do juiz e dos Seculares será a nota final do jogo no Concurso Faça Você Mesmo de Criação de Jogos 2012. Se nas avaliações dos jogos do Grupo 1, o CORTEX Labirinto saíram na frente com notas médias de 7.41 e 7.37 respectivamente, veremos agora quais os jogos do Grupo 2 conseguiram se aproximar ou bater essa pontuação. Rufem os tambores!

 

Ecos

Nos agrada muito ver jogos que conseguem casar a ideia do horror, suspense e mistério, gêneros marcados pela ideia de protagonistas solitários, com uma justificativa boa e coerente (além de mecanicamente divertida) para manter os personagens juntos. 

Juiz Convidado: Guilherme Moraes
  • Quão completo é o jogo: 7.5
  • Uso dos temas: 6.5
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 7.5
Média: 7.16
Integrantes Secular Games
  • Quão completo é o jogo: 7.5
  • Uso dos temas: 8
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 8
Média: 7.83

Nota Final: 7.49

Escola Plataforma

Escola Plataforma é um jogo muito interessante, completo e que não necessita de um grande esforço maior de desenvolvimento. 

Leia aqui as avaliações completas escritas sobre o Escola Plataforma.

Juiz Convidado: Eduardo Caetano
  • Quão completo é o jogo: 8.0
  • Uso dos temas: 6.5
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 8.5
Média: 7.66
Integrantes Secular Games
  • Quão completo é o jogo: 6.0
  • Uso dos temas: 6.5
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 5.5
Média: 6.00

Nota Final: 6.83

 

Indecifrável Mundo Novo

O jogo oferece uma miríade de metáforas filosóficas que nos leva a ponderar sobre nossa própria jornada individual. Ele eleva os conceitos de Paixão e Luto a níveis profundos, extraindo significados mais subjetivos e contemplativos que a maioria dos grandes RPG’s de renome por aí.

Leia aqui as avaliações completas escritas sobre o Indecifrável Mundo Novo.

Juiz Convidado: Eduardo Caetano
  • Quão completo é o jogo: 8.5
  • Uso dos temas: 9.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 8.75
Média: 8.75
Integrantes Secular Games
  • Quão completo é o jogo: 8.0
  • Uso dos temas: 7.5
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 7.0
Média: 7.50

Nota Final: 8.12

 

Minotauros no Espaço

Mas não hajam dúvidas que Minotauros no Espaço é um jogo com  temas originais e cativantes que merecem ser potenciados ao máximo.

 

Leia aqui as avaliações completas escritas sobre o Minotauros no Espaço.

Juiz Convidado: Ricardo Tavares
  • Quão completo é o jogo: 6.0
  • Uso dos temas: 6.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 6.0
Média: 6.0
Integrantes Secular Games
  • Quão completo é o jogo: 7.0
  • Uso dos temas: 8.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 6.5
Média: 7.16

Nota Final: 6.58

 

Mundo Perfeito

 Mundo Perfeito tem uma pancada de ideias excelentes, como o lance do avanço do personagem ser baseado em sua reputação na Hipernet, as torções de conceitos sci-fi clássicos, a proposta de uma “deepnet” bizarra que coexiste com a perfeição da Hipernet, enfim, é uma explosão de boas ideias. 

Leia aqui as avaliações completas escritas sobre o Mundo Perfeito.

Juiz Convidado: Bruno Pereira
  • Quão completo é o jogo: 10.0
  • Uso dos temas: 10.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 10.0
Média: 10.00
Integrantes Secular Games
  • Quão completo é o jogo: 8.00
  • Uso dos temas: 8.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 7.5
Média: 7.83

Nota Final: 8.91

 

O Jogo

As interseções entre o ambiente, o objetivo do jogo com o design e as regras se encaixam perfeitamente. Os elementos mecânicos não brigam com a proposta narrativa e as escolhas de design fizeram bastante sentido pra mim, sendo leve e direto, sempre se alinhavando com a narrativa. 

Leia aqui as avaliações completas escritas sobre O Jogo.

Juiz Convidado: Antônio “Pop” Sá
  • Quão completo é o jogo: 8.5
  • Uso dos temas: 6.5
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 9.5
Média: 8.16
Integrantes Secular Games
  • Quão completo é o jogo: 8.5
  • Uso dos temas: 7.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 9.5
Média: 8.33

Nota Final: 8.24

 

O Mundo das Páginas em Branco

O Mundo das Páginas em Branco é um jogo com uma premissa totalmente interessante e intrigante, que já se inicia “in character”, com o autor quebrando as barreiras entre ele e o seu personagem, contando-nos uma história sobre o estranho mundo “do lado de lá” das páginas dos livros. 

Leia aqui as avaliações completas escritas sobre O Mundo das Páginas em Branco.

Juiz Convidado: Marcos Silva
  • Quão completo é o jogo: 6.0
  • Uso dos temas: 7.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 5.0
Média: 6.0
Integrantes Secular Games
  • Quão completo é o jogo: 5.5
  • Uso dos temas: 5.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 6.5
Média: 5.66

Nota Final: 5.83

 

Oasis

A leitura do primeiro capítulo de Oasis é como um sopro refrescante de boas idéias utilizadas em conjunto. Misturando ciência e jornada, o autor apresenta um divertido cenário onde a água se torna rara e o combustível relativamente abundante em um futuro pós apocalíptico. 

Leia aqui as avaliações completas escritas sobre o Oasis

Juiz Convidado: Tiago Junges
  • Quão completo é o jogo: 8.0
  • Uso dos temas: 8.5
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 9.0
Média: 8.50
Integrantes Secular Games
  • Quão completo é o jogo: 5.0
  • Uso dos temas: 7.0
  • Afinidade entre Regras e Conceito: 6.5
Média: 6.16

Nota Final: 7.33

É isso! Chegamos ao final de mais um Concurso Faça Você Mesmo de Criação de Jogos, e este anos quem levou a taça foi novamente John Bogéa com seu incrível Mundo Perfeito, seguido por O Jogo de Júlio Matos e Indecifrável Mundo Novo do Matheus Funfas. Parabéns senhores, mandaram bem demais! A classificação final dos jogos participantes da Segunda Etapa foi a seguinte:

  1. Mundo Perfeito: 8.91
  2. O Jogo: 8.24
  3. Indecifrável Mundo Novo: 8.12
  4. Ecos: 7.49
  5. Cortex: 7.41
  6. Labirinto: 7.37
  7. Oasis: 7.37
  8. Jornada em Elandor: 7.00
  9. Rally Mortal: 7.00
  10. Sangue Indígena: 7.00
  11. Escola Plataforma: 6.83
  12. Minotauros no Espaço: 6.58
  13. O Mundo das Páginas em Branco: 5.83
  14. Karma RPG: 5.31
  15. Labytcus: 5.08

Vamos entrar em contato com os dois primeiros colocados e debater sobre a possibilidade de publicação pela Secular Games. E embora possa parecer um clichê dizer isso, na real a posição na colocação pouco importa a essa altura. Todos os participantes saíram com jogos em estágio bem avançado de desenvolvimento, e esperamos que tenham recebido um feedback interessante o suficiente para continuarem a criação e desenvolvimento de seus jogos se assim desejarem. Mesmo entre os jogos que não ficaram nas três primeiras posições vimos muitas propostas interessantes, mecânicas curiosas, enfim o material bruto está aí já, e na maioria das vezes ele é incrível! Agora, para aqueles que desejarem é sentar na cadeira, fazer playtests e continuar o processo – afinal o mais difícil já foi feito! Testem seus jogos, debatam sobre o playtest, procurem formas de divulgar, e quem sabe lançar suas criações, seja através de editoras ou de maneira independente. Acreditem, é bem mais fácil e divertido do que parece!

E mais uma vez gostaríamos de agradecer aos participantes que encararam o desafio e nos brindaram com seus 27 jogos, assim como os corajosos e sempre disponíveis juízes convidados, que toparam o trampo como forma de contribuir com a cena de criação de jogos nacionais de RPG. Vocês todos fizeram a parada acontecer e nos motivam a manter o Concurso Faça Você Mesmo de Criação de Jogos por mais um bom tempo.

 

 

16 comentários